Entrada Livre
Concertos / Exposições / Cinema / Workshops
Atividades para crianças / Talks

Jazz
ao Largo
9 > 13 Set

Barcelos
Largo Martins Lima
Salão Nobre
Câmara Municipal Barcelos
Theatro Gil Vicente

Quarteto Mário Barreiros

Michael Lauren Trio

Peter Evans Solo (cancelado)
Pedro Melo Alves

João Barradas

Rodrigo Amado Trio

Exposição de Fotogragia
"20 Olhares sobre o Jazz"

Workshop de Improvisação
com Peter Evans

Talk
Rodrigo Amado Trio

Cinema Zoom
"Kansas City"

Workshop Para Crianças
Tatabitato

09SET / 21H30 THEATRO GIL VICENTE

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA
“20 OLHARES SOBRE O JAZZ”

Este ano adicionamos ao nosso plano de atividades a Exposição de Fotografia “20 Olhares sobre o Jazz”.

A decorrer no Theatro Gil Vicente entre 9 e 13 de Setembro a exposição mostra 2 visões distintas sobre o festival. De um lado estará João Sousa, um fotografo Barcelense que se tem destacado na recolha de imagens muito próprias sobre apresentações artísticas. Do outro estará Miguel Estima, fotografo Caminhense e bastante conhecido das lides dos concertos. Ambos mostram a sua visão diferenciada e muito própria sobre este festival.

AUTORES
JOÃO SOUSA E MIGUEL ESTIMA

09SET / 22H LARGO MARTINS LIMA

CINEMA ZOOM
“KANSAS CITY”

O realizador maldito Robert Altman tenta captar a vida sem dramatismos em "Kansas City" durante os anos da Depressão — a vida das pessoas que se cruzam numa cidade marcada pelo jazz e pelo jogo; uma cidade que prospera ao sabor de criminosos, políticos e aventureiros. Tem o filme a particularidade de mostrar músicos de jazz modernos a encarnar papéis de famosos músicos dos anos 1930. Craig Handy como Coleman Hawkins, Joshua Redman como Lester Young, e James Carter como Ben Webster.

Em vésperas de eleições presidenciais, um ladrão de pouca envergadura, Johnny O'Hara, tenta fazer-se passar por um criminoso negro e perigoso e acaba por ser apanhado pelo próprio. Para tentar salvar a sua vida, a sua mulher telegrafista Blondie rapta Carolyn, a mulher de Henry Stilton, um importante político. A ideia é obrigar Henry a usar da sua influência para resgatar Jonnhy. Mas nada parece correr como planeado: Stilton é conselheiro do Presidente e está de viagem...

REALIZAÇÃO
ROBERT ALTMAN
COM: HARRY BELAFONTE, JENNIFER JASON LEIGH, MICHAEL MURPHY, MIRANDA RICHARDSON
OUTROS DADOS:
FRA/EUA, 1996, CORES, 116 MIN.

10SET / 22H LARGO MARTINS LIMA

QUARTETO MÁRIO BARREIROS

Natural do Porto (1961), estudou bateria e guitarra como autodidacta, tendo integrado, apenas com oito anos de idade, o grupo Mini - Pop, formado pelo seu pai. Frequentou o conservatório de Música do Porto e em 1978, com o fim do Mini Pop, Mário Barreiros descobriu em definitivo o Jazz, desde logo nutrindo uma grande admiração por Tony Williams. As suas primeiras actuações como baterista de Jazz aconteceram em Lisboa no Hot Clube e em 1981-82 surgiu integrado no Quarteto de Rão Kyao juntamente com António Pinho Vargas e José Eduardo. Mário Barreiros estudou com os bateristas Billy Hart, Paul Motian, Joe Hunt e Kenny Washington. Fez parte do Quinteto de Maria João, Quarteto de António Pinho Vargas, Sexteto de Jazz de Lisboa, Quarteto de Mário Laginha, Cool Jazz Orchestra (de Pedro Abrunhosa) e tocou entre outros, com Andy Sheppard, David Liebman, Frank Lacy, John Stubblefield, David Schnitter, Al Grey, Perico Sambeat e Wayne Shorter.

Foi ainda um dos fundadores do grupo Jafumega e do Sexteto de Mário Barreiros. Foi guitarrista de Rui Veloso e os Optimistas e de Pedro Abrunhosa & Bandemónio. Participou em Festivais em Portugal, Espanha, França, Itália, Bélgica, Suiça, Macau, Inglaterra, Canadá, E.U.A. e Brasil. .

MÁRIO BARREIROS / BATERIA
ABE RÁBADE / PIANO
RICARDO TOSCANO / SAXOFONE
PACO CHARLIN / CONTRABAIXO

11SET / 22H LARGO MARTINS LIMA

MICHAEL LAUREN TRIO

The Michael Lauren All Stars Trio segue a tradição de uma das formações mais importantes do jazz. Nesse sentido não poderiam deixar de inspirar-se nos músicos que exploraram esse formato: artistas como Bill Evans, Jim Hall, Kenny Burrell, Oscar Peterson ou Keith Jarrett.

Entre as características deste grupo, encontramos a elegância de The Nat King Cole Trio, a intensidade do Herbie Hancock Trio, a interatividade do Bill Evans Trio e o swing de Ahmad Jamal.

O grupo é constituído por três músicos com carreiras de renome: o guitarrista Vasco Agostinho, que colaborou com o Quinteto Rui Teixeira e com o grupo de José Menezes, e lidera ainda o Quarteto de Vasco Agostinho; O contrabaixista João Custódio, que colaborou com Victor Zamora, Mário Delgado e Nuno Ferreira; e o líder, o baterista Nova-iorquino Michael Lauren.

O grupo está atualmente a revisitar as composições de Sonny Rollins em preparação para o seu álbum de estreia, “Sonny Rollins Revisited”.

MICHAEL LAUREN / BATERIA
VASCO AGOSTINHO / GUITARRA
JOÃO CUSTÓDIO / CONTRABAIXO

12SET / 11H THEATRO GIL VICENTE

WORKSHOP PARA CRIANÇAS
TATABITATO

A aposta na formação é sem dúvida uma das componentes fortes deste festival desde o início. Nesse sentido, este ano promovemos a oficina TATABITATO que visa promover o encontro entre gerações através de ritmos e canções com diferentes métricas e tonalidades, jogos de movimento e objetos curiosos dirigido a crianças e às suas famílias. Inscrições e informações em info@jazzaolargo.com

FORMADORES
ANA BENTO E BRUNO PINTO

12SET / 15H E 17H SALÃO NOBRE

WORKSHOP DE IMPROVISAÇÃO + CONCERTO PEDRO MELO ALVES

Por motivos alheios à organização do Jazz ao Largo, o artista Peter Evans foi obrigado a cancelar o seu workshop e concerto do dia 12 de Setembro pelas 15h e 17h respectivamente.
Em sua substituição e porque não queríamos perder esta oportunidade de trazer jazz à cidade, convidamos o artista Pedro Melo Alves que irá assegurar o concerto e o Workshop.

Pedro Melo Alves nascido no Porto, Portugal. Estudou Bateria Jazz (ESMAE, 2011) e Composição Musical (ESML, 2015).

Tendo sido distinguido com o Prémio de Composição Bernardo Sassetti em 2016, músico do ano em 2017 (jazz.pt) e o Premio Internazionale Giorgio Gaslini em 2019, Pedro tem estado progressivamente mais envolvido na cena musical europeia, apresentado os seus projectos em eventos como o 12 Points Festival (Irlanda, 2018), European Jazz Conference (Lisboa, 2018), Jazzahead (Alemanha, 2019), Suoni Per Il Popolo (Canadá, 2019) ou Südtirol Jazz Festival (Itália, 2019).

Integra e lidera atualmente bandas de jazz contemporâneo (Omniae Ensemble, The Rite of Trio, In Igma), projectos electroacústicos (o seu solo O, o trio Symph e o duo CACO.MEAL), colaborações de música improvisada (João Paulo Esteves da Silva, Preto Mate, Luís Vicente, Jacqueline Kerrod, Pedro Branco, João Grilo), bandas de rock instrumental (Catacombe), bandas sonoras para Teatro e Dança (Peter Kleinert, Carlota Lagido, Caos) e composição erudita.

12SET / 22H LARGO MARTINS LIMA

JOÃO BARRADAS

João Barradas é um dos mais conceituados e reconhecidos acordeonistas europeus, movendo-se, simultaneamente, entre a música Clássica, o Jazz e a música improvisada. Venceu alguns dos mais prestigiados concursos internacionais, dos quais se destacam, entre outros, o Troféu Mundial de Acordeão, que vence por duas vezes, o Coupe Mondale de Acordeão, o Concurso Internacional de Castelfidardo e o Okud Istra International Competition.

João Barradas é uma das figuras de maior destaque no acordeão Jazz, tendo gravado para a editora nova-iorquina Inner Circle Music e colaborado com diversos músicos de renome, nomeadamente com Greg Osby, Gil Goldstein, Fabrizio Cassol, Mark Colenburg, Jacob Sacks, Sérgio Carolino, Pedro Carneiro, entre muitos outros.

JOÃO BARRADAS / ACORDEÃO

13SET / 15H E 17H CLAUSTROS CÂMARA MUNICIPAL BARCELOS

CONVERSA + CONCERTO RODRIGO AMADO TRIO

Rodrigo Amado é músico e fotógrafo radicado em Lisboa. Colaborou com projetos nas mais diversas áreas musicais, optou por focar os seus próprios projetos na improvisação total. O seu projeto de longo prazo, Lisbon Improvisation Players, e outros grupos com que colaborou como, por exemplo, Ken Filiano, Steve Adams, Dennis Gonzalez, Carlos “Zíngaro”, Kent Kessler, Paal Nilssen-Love, Miguel Mira ou Gabri- el Ferrandini, todos compartilham o mesmo método de abrir o conceito de composição em tempo real para tantas perspectivas quanto possível.

No Jazz ao Largo apresenta-se acompanhado pelos músicos Gonça- lo Almeida no contrabaixo (The Selva) e pelo baterista João Lencas- tre naquele que se prevê como um concerto único.

RODRIGO AMADO / SAXOFONE
GONÇALO ALMEIDA / CONTRABAIXO
JOÃO LENCASTRE / BATERIA

Anos Anteriores

2016 / 2017 / 2018 / 2019